Porque usar o Protetor Solar ou Filtro Solar

O Brasil tem grande parte de sua superfície recebendo maior intensidade os raios solares por estar mais próxima ao Sol. Segundo os órgãos de saúde esse fato é um dos principais responsáveis pelo aumento do número de pessoas com câncer de pele no Brasil.

Raios Solares ou Radiações Ultravioleta

Os raios solares são compostos por uma série de radiações eletromagnéticas e quando a quantidade de energia absorvida é superior dose tolerável, os riscos são inevitáveis.

As principais radiações solares são:

Raios infravermelhos – Responsáveis pela sensação de calor e desidratação da pele durante a exposição ao sol;

UV-A – (UVA UtraVioleta A) Bronzeiam superficialmente, porém, contribuem para o envelhecimento precoce da pele, induzido pela exposição solar prolongada;

UV-B – São consideradas mais lesivas que as radiações UV-A. Em excesso, causam eritema (queimadura solar), envelhecimento precoce e câncer de pele, atingindo, principalmente, pessoas de pele clara;

UV-C – São absorvidas pelas camadas mais altas da atmosfera e estratosfera e, raramente, atingem a superfície terrestre. São bastante prejudiciais, não estimulam o bronzeamento e causam queimaduras solares e câncer.