Tratamento do Transtorno obsessivo compulsivo TOC

A literatura das últimas décadas tem reforçado que a psicoterapia cognitivo comportamental é uma boa opção para o tratamento do Transtorno Obsessivo Compulsivo, segundo tais obras o tratamento tem apresentado excelentes resultados.

O tratamento trabalha basicamente com o controle dos pensamentos irracionais que culminam nas compulsões e ensinando estratégias que visam controlar e mudar os comportamentos compulsivos.

Nos casos mais severos o terapeuta deve trabalhar em parceria com o psiquiatra, pois o tratamento medicamentoso se faz necessário, sendo normalmente ministrados inibidores de reabsorção de serotonina, que ajudam a controlar a ansiedade típica do paciente de TOC.

Sempre visando o melhor benefício ao paciente, é aconselhável que os profissionais solicitam auxílio aos familiares e amigos do paciente, pois os mesmos são de grande utilidade na avaliação inicial, já que podem relatar sintomas que passaram despercebidos do próprio paciente, auxiliando na elaboração das listas de rituais e de evitações valiosas para a elaboração do plano de trabalho.

Quando crianças e adolescentes são portadores de TOC, é importante que seja realizado um trabalho junto aos professores, para ter certeza de que eles compreendem o transtorno.